B T C Boatto Tiro e Caça

   Inaugurado em 21 de Fevereiro de 2016, o BTC – Boatto Tiro e Caça, devidamente registrado no Exército Brasileiro através do CR nº 114166 e na Policia Civil, com o Alvará de funcionamento expedido pela prefeitura do Município de Birigui/SP, nasceu com a finalidade de reunir os amantes do Tiro Esportivo e difundir a pratica deste grande esporte, de forma segura, até a formação responsável de cidadãos ou profissionais aptos e conscientes no uso e manuseio de armas de fogo.

   A meta é preservar o espirito esportivo em todas as competições, internas ou externas. Em meados de 2014, seu fundador Edson Luís Boatto, armeiro desde o ano de 1986, idealizou um clube de tiro com uma área que não só atendesse o atirador mas também a sua família. Foram tempos de busca para achar uma área de boa localização, agradável e arborizada. Com a área em mãos, ele deu início a construção.

BTC

   O Clube dispõe de 03 pistas para a pratica de Tiro: 25 metros, 70 metros e de 200 metros, ofertando a todos uma ótima infraestrutura e profundo conhecimento dos produtos que disponibiliza, primando pela qualidade e satisfação dos clientes, sejam sócios do clube ou público em geral. Visando em todas as ações, a disseminação do esporte de tiro, a cultura de arma de fogo, pautado no respeito, sendo um espaço para acolher toda a família.



História do Tiro

   O Tiro é uma modalidade de esporte em que o atirador deve acertar o alvo o maior número de vezes. Os alvos podem ser fixos ou móveis, variando o tamanho e a distância, o que determina a modalidade em questão. O tiro requer, de quem o pratica, concentração, disciplina, raciocínio, iniciativa além de equilíbrio físico e psicológico para o manuseio de armas de fogo. No Brasil, os locais utilizados para tal prática são os Clubes de Tiro, encontrados praticamente em todos os estados. O chamado Tiro Esportivo, que é um esporte olímpico, está subdividido em 11 outras modalidades, com três categorias: Armas Curtas, Armas Longas e Tiro ao Prato. Nas modalidades de Armas Curtas são utilizadas as pistolas e revólveres e só podem ser usados com uma mão: Pistola de ar; Pistola livre; Pistola sport e Tiro rápido. Nas Armas Longas, o alvo móvel é realizado com carabina com luneta; Carabina 3 posições, deitado, de pé e ajoelhado; Carabina de ar; e Carabina deitado. No Tiro ao Prato, as práticas são realizadas com espingardas de cano liso: Fossa dublê; Fossa Olímpica e Skeet. O Tiro Prático corresponde à união de várias modalidades nacionais e internacionais, as mais conhecidas são as IPSC (ver adiante) e Silhuetas metálicas.

Equipe de tiro nas Olimpiadas de Antuerpia 1920

   As provas são disputadas em piso de areia ou brita com armas curtas, rifles e espingardas, divididas em duas categorias: Standard – para as que mantêm as características originais de fábrica; e Open – Armas modificadas livremente. Os projéteis são de chumbo, hollow point (ponta oca) e semi jaquetados. Na Confederação Brasileira de Tiro Prático-CBTP concentram-se todos os esportes de Tiro não olímpicos. A expressão IPSC corresponde à Internacional Practical Shooting Confederation que identifica as provas disputadas na modalidade. Os alvos são de papelão, podem ser perfurados ou metálicos e caem quando atingidos. São distribuídos em vários stages ou pistas, nas quais situações que poderiam ser resolvidas na prática, por armas de fogo, são simuladas. Os obstáculos devem ser contornados, solicitando do praticante muita agilidade. São túneis, janelas, portas e paredes por onde os atiradores deverão correr, saltar, escalar e rolar pelo chão, fazendo com que a prática seja muito dinâmica. As armas utilizadas nesta modalidade são as curtas, rifles e carabinas. Por seu turno, as Silhuetas Metálicas são chapas de aço que lembram o perfil de galinhas, porcos, perus e carneiros e são adequadas aos três calibres utilizados (22, 38 e livre). São colocadas sobre suportes em filas de cinco e a distância varia entre 25 a 200 metros, dependendo do calibre da arma. As armas utilizadas nesta modalidade são as longas – rifles e carabinas.